Perfeição Feminina

Lipocavitação: Saiba Tudo Sobre a Lipo sem Cortes

Manter a boa forma em meio a correria do dia a dia é um dos maiores desafios que nós mulheres enfrentamos atualmente.

Embora tenhamos preocupação com a alimentação e exercícios físicos, sempre existe aquela imperfeição ou gordurinha localizada que vive incomodando e parece não sair nem com reza brava.

Não é à toa que muitas pessoas estão buscando por procedimentos estéticos para acabar com esses pequenos aborrecimentos e ter o corpo que deseja sem precisar recorrer, por exemplo, a intervenções cirúrgicas.

Hoje em dia, há uma infinidade de procedimentos estéticos, cada qual como uma finalidade diferente e indicado para um caso.

E entre todos, o que vem ganhando mais destaque e procura nos últimos tempos é a Lipocavitação, método que elimina a gordura localizada de partes do corpo como abdômen, cintura ou coxas.

O que é Lipocavitação?

Procedimento da Lipocavitação

Também conhecida como “lipo sem corte”, a Lipocavitação é feita através de um aparelho de ultrassom de baixa frequência que, ao ser colocado diretamente na área a ser tratada, atinge a camada subcutânea e assim as células de gordura.

As ondas do ultrassom produzem microbolhas no interior do líquido que está entre as células, que explodem para dentro, comprimindo o tecido adiposo até romper a membrana das células gordurosas para que gordura saia sem provocar danos aos tecidos envolventes.

Em outras palavras, a gordura é naturalmente expelida do organismo pelo sistema linfático, o aparelho urinário e excretor.

Um procedimento sem dor e que auxilia na redução do volume, resultando num corpo mais modelado e definido.

Além disso, também contribui para a melhora do aspeto da pele e a diminuição das celulites.

Para quem é recomendado?

Apesar de ser um procedimento estético, não é um método de emagrecimento. Por essa razão não é indicado para casos de obesidade.

O procedimento da Lipocavitação é recomendado apenas para quem não consegue perder a gordura localizada mesmo praticando exercícios físicos e seguindo uma alimentação saudável, para quem deseja definir o contorno corporal.

É o tratamento ideal para os locais com maior concentração de gordura localizada, por exemplo: áreas abdominais, cintura e coxas, e também para as famosas “gordurinhas do sutiã”.

Lugares onde a gordura é mais espessa.

Como é feita a Lipocavitação?

Lipocavitação: Como funciona

O procedimento é muito simples e indolor, e consiste em:

  1. O paciente deitar na maca com roupa intima;
  2. O especialista irá aplicar um gel sobre a área a ser tratada;
  3. O especialista irá deslizar o equipamento na área a ser tratada com movimentos circulatórios.

A sessão dura em torno de 10 a 30 minutos, dependendo dos locais que serão tratados e o volume de gordura.

Sendo que a próxima aplicação só deve ser feita após 72 horas.

Geralmente, são recomendadas 10 sessões do procedimento.

No entanto, um fisioterapeuta que avalia cada caso e então recomenda o tempo certo de aplicação do ultrassom e também quantas sessões deve ser feitas até o resultado esperado.

Quais são os riscos?

Apesar de não apresentar grandes riscos, a Lipocavitação pode trazer algumas ameaças ao corpo quando feita incorretamente:

  1. Causar queimaduras: devido ao aumento de temperatura que ocorre por conta da fricção entre a pele e o aparelho, a Lipocavitação pode causar queimaduras na área onde é aplicada.
    Se o profissional for experiente, esse risco pode ser evitado com controle da temperatura feito por um termômetro digital, impedindo que passe os 41ºC.
  2. Aumentar o Colesterol Ruim: por ser um procedimento que libera as células de gordura, a Lipocavitação faz com que a gordura entre para a corrente sanguínea, aumentando naturalmente os níveis de colesterol e potenciando o surgimento de pressão alta ou de problemas cardíacos.
    Por esse motivo, é importante que depois de cada sessão, seja feita uma sessão de drenagem linfática e exercícios físicos aeróbicos para garantir a eliminação da gordura liberada.
  3. Não funcionar: cada pessoa tem um organismo diferente e que trabalha de forma diferente. Por isso, sempre há o risco do procedimento não funcionar ou não apresentar os resultados esperados.
    Para que isso não aconteça, é fundamental que o tratamento seja feito profissional treinado e certificado, assim como seguir todas as recomendações, principalmente a realização de drenagem linfática e de exercícios após o procedimento.

Contraindicações

Como dito acima, a Lipocavitação não apresenta muitos riscos, porém é contraindicada para alguns casos específicos, como:

  • Grávidas;
  • Pessoas com diabetes ou paralisia;
  • Pessoas com colesterol alto, doença cardíaca ou pressão alta;
  • Obesidade;
  • Epilepsia;
  • Pessoas com feridas ou processos infecciosos;
  • No caso de prótese, placas, parafusos metálicos ou DIU no corpo;
  • Pessoas com varizes ou veias dilatadas.

Resultados

Lipocavitação Resultados

Geralmente, os resultados da Lipocavitação começam a aparecer entre a terceira e a quarta sessão.

Contudo, o verdadeiro resultado surge mesmo a partir da sétima sessão, e vai depender de cada caso e também das recomendações para assegurar os efeitos do procedimento.

A lipocavitação elimina cerca de 3 a 4 cm logo no primeiro dia de tratamento e, em média, mais 1 cm em cada sessão.

Custos da Lipocavitação

O preço de cada sessão pode variar bastante de acordo com a região e também com a clínica escolhida, podendo estar entre R$80 a R$270.

Avalie este artigo

Add comment

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.